terça-feira, 28 de setembro de 2010

A divina escada

 Cada mortal que sobre a Terra surgir
Receberá de Deus uma escada para subir;
E esta escada cada um há de galgar
Degrau por degrau. Desde o mais baixo lugar
Vai percorrê-la, passo a passo: desde o início
Ao Centro do Espaço, ao seu próprio Princípio.

Numa era passada, mas que hoje perdura,
Escolhi e moldei minha escada; tu escolheste a tua.
Quer seja de Luz ou seja obscura,
Por nós mesmos foi ela escolhida:
Uma escada de ódio ou uma de Amor
Seja ela oscilante ou firmada com vigor.

Quer feita em palha ou formada em ouro rei,
Cada uma obedece a uma justa Lei.
E a deixaremos quando o tempo esgotado;
Dela toma-se posse ao ser de novo convocado.
Por vigias, em frente a um portão cintilante,
Ela é guardada para cada alma passante.

Mesmo sendo a minha estreita e a tua alargada,
Sozinho chego a Deus por minha própria escada.
A de ninguém posso pedir, nem a minha emprestar;
Com o esforço em subir na sua, cada um tem de arcar.
Se, em cada degrau que escalares,
Só barreiras e tormentas encontrares;

Se pisar sobre ferro carcomido e madeira bichada,
A ti cabe transformar tudo isto para, seguro, galgares tua escada.

Reforçá-la e tê-la sempre reconstruída
É a tua tarefa árdua, mesmo que longa seja a tua vida.
Chegando ao fim da Escada, já terás cruzado a PONTE
Que te dará todos os tesouros da Terra, e do Espírito Divino, a FONTE.

Tudo o que de outra forma se possa obter
Será ilusão apenas. Não pode permanecer.
Em revoltas inúteis não faremos o tempo fugir.
Subir, cair, reconstruir; cair, subir, reconstruir,
Cumpramos isto, até que nossa carreira humana nos leve a toda a Verdade,

Até que juntos, homem e Deus, sejamos UMA só Divindade.

Maha Chohan

sábado, 25 de setembro de 2010

Gypsi - Shakira


Por que sou Cigana...



Besos!

Os sete raios


A fraternidade branca foi imcumbida de mostrar a humanidade a evolução espiritual. E isso foi passado em cada raio, pelas suas virtudes. Cada raio tem seu choham e seu mestre. E cada raio, tem seu dia.

1º RAIO – AZUL

Chama: Azul, com raios branco-cristal
Dia da Semana Domingo
Virtudes: Vontade de Deus, Força, Poder, Determinação, Fé e Proteção.
Chohan: Mestre EL MORYA e seu Complemento Divino Mestra MYRIAN
Arcanjo : MIGUEL e seu Complemento Divino FÉ
Elohae : HERCULES e seu Complemento Divino Eloah AMAZON

2º RAIO – DOURADO
Chama: Dourada
Dia da Semana Segunda-Feira
Virtudes: Sabedoria, Iluminação, Discernimento, Humildade
Chohan: Mestre CONFÚCIO
Arcanjo : JOFIEL e seu Complemento Divino CONSTÂNCIA
Elohae : CASSIOPÉIA e seu complemento Divino Eloah MINERVA

3º RAIO - ROSA
Chama: Rosa
Dia da Semana Terça-Feira
Virtudes: Amor Divino, Reverência, Adoração, Beleza, Fraternidade, Tolerância.
Chohan: Mestra ROWENA.
Arcanjo : SAMUEL e seu Complemento Divino CÁRITAS
Elohae : ORION e seu complemento Divino Eloah ANGÉLICA

4º RAIO - BRANCO
Chama: Branco-cristal
Dia da Semana Quarta-Feira
Virtudes: Pureza e Ressurreição e Ascensão
Chohan: Mestre SERAPHIS BEY.
Arcanjo : GABRIEL e seu Complemento Divino ESPERANÇA
Elohae : CLAIR e seu complemento Divino Eloah ASTRÉA

5º RAIO – VERDE
Chama: Verde com raios branco-cristal
Dia da Semana Quinta-Feira
Virtudes: Verdade, Cura, Dedicação, Consagração e Concentração.
Chohan: Mestre HILARION
Arcanjo : RAFAEL
Elohae : VISTA e seu complemento Divino Eloah CRISTAL

6º RAIO - RUBI
Chama: Rubi com raios dourados
Dia da Semana Sexta-Feira
Virtudes: Paz, Devoção, Compaixão, Cura, Alegria no Servir
Chohan: NADA
Arcanjo : URIEL e seu Complemento Divino DONA GRAÇA
Elohae : TRANQUILITAS e seu complemento Divino Eloah PACÍFICA

7º RAIO – VIOLETA
Chama: Violeta
Dia da Semana Sábado
Virtudes: Transmutação, Misericórdia, Liberdade, Perdão, Poder do Apelo
Chohan: SAINT GERMAIN e seu Complemento Divino. PÓRTIA
Arcanjo : EZEQUIEL e seu Complemento Divino AMETISTA
Elohae : ARCTURUS e seu complemento Divino Eloah DIANA

Para saber seu raio, você precisa saber o dia da semana que nasceu. E através de um calendário permanente você consegue. Veja o link e saiba o dia da semana que nasceu, assim saberá seu raio. Lembre-se as virtudes de cada raio, não são as que você tem, mas sim as que precisa adquirir. Estude e procure saber mais dele. Vendo as invocações a história de cada mestre. Dessa forma, conseguirá desenvolver mais facilmente seu lado espiritual. Eles foram designados justamente para esse fim.


Muita luz e paz!!!

Vídeos motivacionais


Vamos refletir sobre...

E aproveitar o fim de semana prá descansar...

Dormir até mais tarde...

Relaxar!

Mas, e que tal pôr em prática? todos os dias?



Agradeçamos tudo o que temos,

Amemos o que temos, temos o que amamos!

Viver, vencer e amar!



Beijos encantados!

Ametista.

Mystic fair

A MYSTIC FAIR é uma feira mística que oferece ao público em geral as novidades dos setores paracientíficos, alternativos, esotéricos e ocultistas com stands que trazem as principais inovações comerciais existentes neste mercado. Contando ainda com a participação de prestigiosos autores, investigadores e especialistas de temas espirituais diversos, possui um programa de conferências e palestras gratuitas, realizadas por profissionais de renome.


Os maiores fabricantes, comércios de médio e pequeno porte, distribuidores, espaços, associações e consultórios também se fazem presentes na MYSTIC FAIR, mostrando e oferecendo seus produtos e serviços profissionais ao público participante.

Além disso, se faz necessário ressaltar a existência de atendimentos com profissionais que oferecem um amplo leque de serviços nas artes divinatórias (Tarot, Runas, Quiromancia, Astrologia e etc), bem como no campo alternativo das medicinas complementares.
Sendo uma feira de caráter monográfico, a MYSTIC FAIR dedica-se ao conhecimento das ciências esotéricas, paracientíficas e alternativas em suas três facetas:

1) A difusão das novidades culturais, docentes, lúdicas e temáticas místicas e esotéricas.
2) A realização de atividades interativas, mediante atrações e exposições na qual o público participa ativamente.
3) A exposição e venda de produtos comerciais do setor, que se fazem presentes nos diversos stands temáticos.

Durante a MYSTIC FAIR, os profissionais expõem seus conhecimentos, difundem seus temas e oferecem seus serviços e produtos ao público que visita a feira, com os conhecimentos das últimas novidades das ciências de vanguarda que beneficiam o crescimento mental e espiritual do ser humano, tornando a MYSTIC FAIR a maior expoente no campo das ciências ocultas, paracientíficas e da medicina alternativa.

Se programe para o evento. Serão diversos expositores, e profissionais ministrando palestras. E o mais legal: Elas são GRATUÍTAS. Veja a programação.

Local:
UNIVERSIDADE CRUZEIRO DO SUL 
 UNICSUL ANÁLIA FRANCO -
Av. Regente Feijó, 1295, São Paulo - SP
 Ao lado do Shopping Anália Franco

Beijos Encantados!!!

quinta-feira, 23 de setembro de 2010

Encontro conselho Cármico


Dia 30/09 teremos a oportunidade de realizar uma grande evolução. Trata-se da reunião do conselho cármico, e você pode participar. Veja como:


Você vai precisar de:

  1. 03 pedaços de papel seda branco
  2. 1 vela lilás simples
  3. 1 lápis
  4. Incenso da chama violeta
  5. 1 copo com água
  6. Caldeirão
03 dias antes (27/09). Vá se preparando e mentalizando as coisas que deseja se libertar.

No dia do ritual realize a invocação abaixo e siga segundo o mencionado:

O cadeirão no meio, a vela a sua frente, o copo com água à direita e o incenso à esquerda.

GRANDE ORAÇÃO:
Do Ponto de Luz na mente de Deus,
Que flua Luz à mente dos homens, e que a Luz desça à Terra.
Do ponto de Amor no coração de Deus,
Que flua Amor aos corações dos homens e Cristo retorne à Terra.
Do centro onde a vontade de Deus é conhecida,
Que o propósito guie as pequenas vontades dos homens,
O Propósito que os Mestres conhecem e servem.
Do centro a que chamamos a raça dos homens,
Que se realize o plano de Amor e de Luz
E feche a porta onde se encontra o mal.
Que a Luz, o Amor e o Poder,
Restabeleçam o Plano Divino sobre a Terra,
Hoje e por toda a Eternidade.

Amém!
Amém!
Amém!

 Acenda a vela e organize os instrumentos da seuinte forma:

Escreva seu nome e data de nascimento em dos pedaços de papel, e o que deseja para os próximos 03 meses. Lembre-se é uma limpeza cármica. Portanto, peça para se libertar das coisas que o impedem de alcançar seus objetivos. E essas coisas podem ser várias coisas...Exemplo prá ficar melhor:

Pensamentos pessimistas,
Pensamentos de inferioridade
Pensamentos de mágoa
Pensamentos de discórdia,
Medo, insegurança, etc.

Os outros dois pedaços de papel simbolizam o carma e os aspectos negativos sucessivamente.

Enquanto mentaliza, queime no caldeirão o papel que simboliza o carma. Medite na chama, e deixe que o fogo purifique seu ser, interno e externo. Nos planos físicos e espirituais. Todos os seus sete corpos. Se imagine sendo limpa (o).

Depois queime a folha com seu nome, data de nascimento e pedidos. Afirmando seus desejos. E por ultimo, queime o pedaço que simboliza seus medos. Mentalizando a limpeza.

As cinzas devem ser sopradas ao vento, e a vela, deixe-a queimar até o final. E caso sobre algo, você poderá depositar aos pés de uma pequena planta.

Muita luz à todos!!!

Feliz Ostara à todos!!!!

Que a primavera traga muitas flores, caminhos iluminados e perfumados.
Que a cada dia tenhamos mais o amor dentro de cada um de nós.
Que a consciência pela preservação da mãe terra nasça em cada ser humano habitante desse planeta.
Para que muitas outras flores possam nascer, e perfumar o mundo!!!


FELIZ PRIMAVERA!!!


Muita luz e paz à todos!!!!

domingo, 19 de setembro de 2010

Afirmação para o amor - Além do segredo

Já possuo o amor absoluto e incondicional do homem da minha vida!

- Adoro saber que o meu amor me ama tanto quanto o amo!
- Adoro como me sinto qdo lembro e penso os momentos que vivemos e ainda viveremos juntos!
- Decidi que este homem é meu e eu sou dele!
- Cada vez mais este homem me ama e me quer!
- Ele venceu o medo de me amar!
- Adoro tê-lo ao meu lado sempre que desejamos no ver!
- Adoro estar ao lado dele, amando-o e sendo amada por ele, sendo feliz e fazendo-o feliz!
- Ele me procurou novamente!
- Nós nos casamos e somos felizes, hoje e para sempre!!!

A Lei da Atração já expandiu e orquestrou o que precisava acontecer para que meu desejo se realizá-se!!!

Ele é meu por direito divino, e portanto estamos juntos!
Neste momento tudo que desejei está realizado!!! Que assim seja para todo o sempre!!!
E eu agradeço o Universo por tornar meus desejos verdade!!!


OBRIGADA!!!

Realizar essa afirmação durante 21 dias.

Fonte: www.alemdosegredo.com

Boa sorte!!!
E muito amor!!!

sábado, 18 de setembro de 2010

Enya - Criança Impetuosa - Wild Child



Feche seus olhos,
Pare e escute,
Sinta-se vivo
E você não estará deixando escapar nada.
Você não precisa de um motivo,
Deixe o dia prosseguir sem parar...

Deixe a chuva cair
Por todo lado ao seu redor
Renda-se à isso agora
Deixe o dia te rodear
Você não precisa de um motivo,
Deixe a chuva prosseguir sem parar...

Que dia,
que dia para se apreciar!
Que caminho,
que caminho para se percorrer!
Que dia,
que dia para se apreciar,
Uma criança impetuosa...

Apenas arranje tempo
[longe] do tumulto,
Cada dia você descobre [que]
Tudo está em equilíbrio.
Você não precisa de um motivo,
Deixe o dia prosseguir sem parar...

A cada sol de verão,
A cada anoitecer de inverno,
A cada primavera por vir,
A cada outono que vai embora.
Você não precisa de um motivo,
Deixe isso tudo prosseguir sem parar...

Que dia,
que dia para se apreciar!
Que caminho,
que caminho para se percorrer!
Que dia,
que dia para se apreciar,
Da da da
Da da da da da da
Que dia,
que dia para se apreciar!
Da da da
Da da da da da da
Da da da
Da da da da da da
Que caminho,
que caminho para se percorrer!
Que dia,
que dia para se apreciar
Uma criança impetuosa
Que dia,
que dia para se apreciar!
Uma criança impetuosa




Luz em seus caminhos!!!

Rosa do deserto

Estava eu outro dia pesquisando um assunto na net, quando me deparei com a imagem parecida com a que está abaixo e fiquei maravilhada. Gente como é linda! 
Fiquei maravilhada e decidi escrever um pouco sobre ela.
A rosa do deserto, é uma espécie de selenita. Portanto, você deverá encontrar nos livros sobre cristais também como o nome de selenita rosa do deserto. Embora esteja arquivada no índice de cristais. Não é considerada dessa forma. É "somente" uma pedra.


Sua composição é uma formação mineral, um agregado cristalino, que surge de um processo específico que envolve a evaporação da água das chuvas e a ação da erosão do vento. Ocorre devido ao acumulo de partículas de gesso na areia.


Seu nome vem de selene, deusa da lua. Portanto, e uma pedra que pode ser usada para o desenvolvimento e estudo de vidência.
Ajuda na dissolução dos programas auto-impostos de longa duração. Ela elimina o programa e nos ajuda a encontrar um substituto apropriado. Também ajuda nas afirmações positivas.
Muita luz!!!

quinta-feira, 16 de setembro de 2010

Um banho de renovação...



Banho de ervas que relaxa e atrai bons fluidos
Ingredientes - Pétalas de rosas brancas
- 1 ramo de arruda
- 1 ramo de alecrim
- 1 ramo de cavalinha (só o caule)
- 1 ramo de sálvia
- 1 ramo de mirra
- Flores de lavanda
- Sal grosso
Mãos à obra
Separe um ramo de cada erva fresca e o sal grosso. Coloque-os em uma bacia com água morna e deixe descansar por alguns minutos. Depois, jogue a misturinha de ervas do pescoço para baixo. Repita o banho por sete dias seguidos. Sabe como os antigos chamavam esse ritual relaxante? Banho de descarrego!

Banho para ter tranquilidade
Ingredientes 
- Pétalas de 3 rosas brancas
- Flores de camomila
- Ramos de capim-cidreira
- Ramos de alecrim
Siga o rito!
Coloque as pétalas, as flores e as ervas em uma bacia. Encha até a metade com água fria. Dê uma macerada na mistura e deixe descansar por duas horas. Tome um banho normal. Depois, use água quente do chuveiro e complete a bacia. Jogue a infusão no corpo, do pescoço para baixo. Separe as ervas e flores que ficaram no chão e devolva à natureza. Pode ser até em um vaso de plantas!

Para se fazer amada!

Ingredientes - Óleo de lírio branco (veja abaixo como fazer)
- 1 ramo de cipreste
- 1 ramo de alecrim
Vamos que vamos Preencha meia taça de cristal com óleo de lírio branco (lindo isso, né?). Escreva o nome da pessoa amada em um pequeno papel, amarre-o no ramo de cipreste com o galho de alecrim e molhe o buquezinho no óleo de lírio. Passe-o sobre as sobrancelhas e sobre os lábios. E diga em voz alta: “Fazei meus olhos brilharem como a alvorada. Fazei com que minha voz seja como o ímã a que Fulano (aqui, claro, você coloca o nome do pretê) não possa resistir”. Aí, é só repetir nove dias seguidos. 

Para atrair dinheiro

Ingredientes 
- 7 folhas de louro
- 7 canelas em pau
- 7 cravos-da-índia
- 7 moedas
- 1 colher (sopa) de açúcar
- 1 raspa de noz-moscada
- 1 maçã cortada em 7 partes
Preparo
Ferva todos os ingredientes em uma panela com água e depois coe. Retire as moedas e guarde-as por sete dias. No oitavo dia, vá a um lugar que tenha bastante circulação de dinheiro e gaste todas as moedas. Faça pedidos de prosperidade no dia que usar as moedas.

Sorte no amor e no casamento

Ingredientes Aqui, você só precisa de um buquê de lavanda. Essa é fácil
Coloque a lavanda dentro do colchão ou do travesseiro, pode ser solta mesmo. Além de relaxar, a erva traz bons augúrios ao amor e ao casamento. 



Óleo de lírio
Em um recipiente, coloque óleo de amêndoas. Despedace as pétalas de um lírio branco, coloque no óleo e deixe por 24 horas.
Fonte: Site mdemulher.abril.com.br
Boa sorte!!!

terça-feira, 14 de setembro de 2010

Comunicado Bruxesco





Amigas...


Comunico que por falta de tempo, em alguns finais de semana como o que passou agora. Serão postados no blog apenas um artigo, ou dois de pequeno conteúdo. Calma, calma, eu explico o motivo...


Isso é triste, eu sei! Adooooooooro postar coisas novas prá vocês. E tem um monte de coisas legais para compartilhar ainda...Mas como estou no último ano de faculdade, e como se não bastasse o TCC ainda temos outros trocentos trabalhos para entregar, vou ficar devendo (mas só por enquanto), algumas coisas prá vocês....Sniff, sniff. 


Mas não se preocupem. Todo final de semana terá coisas novas...Ou ainda um pequeno lembrete de algo que já vimos no blog...Só para não perdermos o contato. E até eu me organizar com os trabalhos, e conseguir entregá-los.


Mas vamos nos falando qualquer coisa...Tem o mural de recados, os comentários, o email, sinal de fumaça, etc. O importante é comunicar!!!

Obrigada à todas...
Beijos encantados e abraços de urso!

Ametista.

Jornada Xamânica

Você que ainda não se encontrou no xamanismo, ou deseja ter mais conhecimento a respeito. Chegou o momento de aprender mais sobre essa forma incrível de conexão com a natureza e com o divino. 
Dia 19/09 na vila de paranapiacaba teremos o evento...


Uma excelente oportunidade de aprendizado e conhecimento. Sem contar, que a vila é Lindaaaaaa!!!!


Aproveite e faça já sua reserva!!!!

Beijinhos Ametista.

sábado, 11 de setembro de 2010

Identificando a energia de seus cristais


Como dito anteriormente. Ao usarmos os cristais em magias, precisamos saber exatamente para que servem. E além disso ter a certeza de que foram corretamente programados para alcançarmos o fim desejado.
Já aprendemos como programar um cristal, e como limpar. Agora vamos aprender como identificar as energias dos cristais, e verificar se precisam de uma super limpeza, ou somente de um banho de sol ou de lua, ou só ficar um pouco na terra.
Caso tenha cristais pela casa, imagino que os limpe semanalmente. E talvez não exista a preocupação em entender qual a energia predominante no cristal. É automático na maioria das vezes. Mas caso seja como eu, que leva alguns cristais na bolsa, e deixa outros na mesa de trabalho. Acho que é legal saber das dicas.

Eu sempre estou perto de cristais e sempre tocando-os para sentir a energia e saber do tipo de limpeza que vou usar.

Os reikianos geralmente usam a energia da mão receptora para entender a energia predominante no cristal e assim conseguir identificar o tempo certo que ele precisa ser limpo. Não sou reikiana, mas uso essa técnica. Coloco o cristal em minha mão de poder (a direita, pois sou destra). E procuro sentir a energia do cristal. Geralmente quando sinto dor no braço, ou incomodo com o toque, sei que eles precisam ser limpos. Faço isso com os cristais que deixo na minha mesa de trabalho.

Outra maneira de identificar energias é através da radiestesia. Com o uso do pêndulo, você consegue saber se o cristal está ou não carregado de energias negativas.
Mas antes de usar o pêndulo ele precisa ser programado.

Como programar seu pêndulo:

Em um papel branco e sem pauta faça um risco divindo a folha ao meio.

1 - Do lado direito escreva coisas positivas. Por exemplo:
SIM
Alegria
Sucesso
Prosperidade
Positivo


2 - Do lado esquerdo, escreva coisas opostas. Por exemplo:
NÃO
Tristeza
Dúvida
Incerteza
Solidão
Não vá

No início da programação você deve segurar o pendeulo pela correntinha ou cordão, e dizer em voz alta e ativa o sentido que ele vai girar. Assim:

Girando de leve o pendulo para a direita (espiral sentido horário): "Esse pêndulo irá girar no sentido horário, sempre que a resposta de minhas perguntas forem SIM. Irá indicar o sucesso, a prosperidade, a alegria a energia positiva em tudo o que for usado".

Girando de leve o pêndulo para a esquerda (espiral sentido anti-horário): "Esse pêndulo irá girar no sentido anti-horário, sempre que a resposta de minhas perguntas forem NÃO. Irá indicar a tristeza, a solidão, a incerteza ou energia negativa em tudo o que for usado".

Guarde-o envolto em um pano branco. Se preferir, pode ser numa caixa.

Feito isso seu pêndulo estará pronto para o uso místico, e poderá detectar energias sucintas presentes em seus cristais, ou até mesmo em objetos que deseje saber algo. Em geral, na aplicação da técnica do Feng Shui (se ler Fong Shuê). O pêndulo é também usado para entender qual local da casa está com determinada energia em desequilíbrio. A planta da casa é usada nesse caso, e a partir daí as alterações são modificadas. Já falamos um pouquinho de feng shui no post "a casa mágica".

Beijos e muita luz!!!

terça-feira, 7 de setembro de 2010

Um pouco mais sobre a bruxaria - Vídeo

Esse vídeo foi postado pela Cristiane Gimenez no facebook. Interessantíssimo!!!! Fala sobre o início de todo o místico e negativo do nome bruxaria.



Fala sobre o conceito da deusa, de deus, as diferenças entre wicca e bruxaria natural, etc. Assim como o sentimento da bruxa ao estar na cozinha preparando os alimentos, sobre a importância de estar bem e em equilíbrio na vida para que fluam energias positivas nos feitiços e no dia-dia.

Cuti e muito! Espero que também gostem.

Ciranda da lua no parque da aclimação

Todo terceiro domingo do mês, o espaço cirandda da lua promove no parque da aclimação a ciranda no colo de gaia. Aberta aos participantes. Sempre a partir das 15h00.

Não há indicação de idades, todos podem participar. Somente é necessário estar disposto a passar momentos agradáveis.

Nesse mês de setembro, o evento será no dia 19/09. O evento tem 01h30 de duração.


Vamos todos participar!!!

Informações pelo site:
Ou pelo telefone: 11 2645 1237 / 2645 1236

A poesia mágica de Khalil Gibran

O louco


Perguntais-me como me tornei louco. Aconteceu assim:

Um dia, muito tempo antes de muitos deuses terem nascido, despertei de um sono profundo e notei que todas as minhas máscaras tinham sido roubadas – as sete máscaras que eu havia confeccionado e usado em sete vidas – e corri sem máscara pelas ruas cheias de gente gritando: “Ladrões, ladrões, malditos ladrões!”
Homens e mulheres riram de mim e alguns correram para casa, com medo de mim.
E quando cheguei à praça do mercado, um garoto trepado no telhado de uma casa gritou: “É um louco!”

Olhei para cima, para vê-lo. O sol beijou pela primeira vez minha face nua.
Pela primeira vez, o sol beijava minha face nua, e minha alma inflamou-se de amor pelo sol, e não desejei mais minhas máscaras. E, como num transe, gritei: “Benditos, benditos os ladrões que roubaram minhas máscaras!”
Assim me tornei louco.

E encontrei tanto liberdade como segurança em minha loucura: a liberdade da solidão e a segurança de não ser compreendido, pois aquele que nos compreende escraviza alguma coisa em nós.
 
A dádiva

Então um homem opulento disse: “Fala-nos da dádiva.”

E ele respondeu:

“Vós pouco dais quando dais de vossas posses.

É quando dais de vós próprios que realmente dais.

Pois, o que são vossas posses senão coisas que guardais por medo de precisardes delas amanhã?
E amanhã, que trará o amanhã ao cão ultraprudente que enterra ossos na areia movediça enquanto segue os peregrinos para a cidade santa?

E o que é o medo da necessidade senão a própria necessidade?

Não é vosso medo da sede, quando vosso poço está cheio, a sede insaciável?

Há os que dão pouco do muito que possuem, e fazem-no para serem elogiados, e seu desejo secreto desvaloriza suas dádivas.

E há os que têm pouco e dão-no integralmente.

Esses confiam na vida e na generosidade da vida, e seus cofres nunca se esvaziam.

E há os que dão com alegria, e essa alegria é já a sua recompensa.

E há os que dão com pena, e essa pena é o seu batismo.

E há os que dão sem sentir pena nem buscar alegria nem pensar na virtude:

Dão como, no vale, o mirto espalha sua fragrância no espaço.

Pelas mãos de tais pessoas, Deus fala; e através de seus olhos Ele sorri para o mundo.

É belo dar quando solicitado; é mais belo, porém, dar sem ser solicitado, por haver apenas compreendido;

E para os generosos, procurar quem recebe é uma alegria maior ainda que a de dar.

E existe alguma coisa que possais guardar?

Tudo o que possuís será um dia dado.

Dai agora, portanto, para que a época da dádiva seja vossa e não de vossos herdeiros.

Dizeis muitas vezes: “Eu daria, mas somente a quem merece”.

As árvores de vossos pomares não falam assim, nem os rebanhos de vossos pastos.

Dão para continuar a viver, pois reter é perecer.

Certamente, quem é digno de receber seus dias e suas noites é digno de receber de vós tudo o mais.

E quem mereceu beber do oceano da vida, merece encher sua taça em vosso pequeno córrego.

E que mérito maior haverá do que aquele que reside na coragem e na confiança, mais ainda, na caridade de receber?

E quem sois vós para que os homens devam expor o seu íntimo e desnudar seu orgulho a fim de que possais ver seu mérito despido e seu amor-próprio rebaixado?

Procurai ver, primeiro, se mereceis ser doadores e instrumentos do dom.

Pois, na verdade, é a vida que dá à vida, enquanto vós, que vos julgais doadores, são meras testemunhas.

E vós que recebeis – e vós todos recebeis – não assumais encargo de gratidão a fim de não pordes um jugo sobre vós e vossos benfeitores.

Antes, erguei-vos, junto com eles, sobre asas feitas de suas dádivas;

Pois se ficardes demasiadamente preocupados com vossas dívidas, estareis duvidando da generosidade daquele que tem a terra liberal por mãe e Deus por pai.”

Gibran Khalil Gibran nasceu no Líbano no final do século XIX, terra então dominada pelo Império Turco Otomano, há milênios conturbada e há milênios preocupada com o fenômeno filosófico e religioso. Com o crescimento do perigo fascista para a região, lá conhecido como “sionismo”, mudou-se para os EUA, ali radicando-se desde o início do século passado (caramba, somos todos do século passado!) e tornando-se uma das principais referências intelectuais para o conhecimento da alma do povo muçulmano, druso, maronita ou cristão ortodoxo em geral, libaneses em particular.

segunda-feira, 6 de setembro de 2010

Dança do ventre - Despertando a deusa interior


A origem da dança do ventre:

A origem remonta os vestígios em honra aos deuses do antigo egito. A deusa Isis mais especificamente. No inicio a dança era ritual apenas, sendo usada nos ritos em comemoração às divindades femininas. Somente as sacerdotisas podiam dançar.

O povo árabe foi o responsável por difundir a Dança que a partir daí tomou o caráter de entretenimento e artístico. Surgiram neste contesto as Ghawazees, mulheres exóticas e de origem cigana que dançavam ao ar livre (para o povo) e as Awalins , dançarinas que se apresentavam nos palácios em festas e ocasiões solenes (para a elite).


A dança do Ventre sofreu influencias de povos diferentes e com isso transformações ao longo de sua existência.

Chegou ao Ocidente no século XIX inicialmente com o nome de Dança Oriental,porém como a palavra oriental abrange muitas culturas foi chamada pelos franceses de Dance du Ventre e depois pelos americanos de Belly Dance.

Na cultura árabe a mulher aprende para dançar para seu marido. Como forma de dizer a ele que seu ventre já está pronto para receber sua semente e gerar seu filho.

Apenas de algumas décadas prá cá ela se tornou mais comercial, e hoje já não é vista como vulgar.


Modalidades da dança:

Dança da espada ou Raks al Saif

Existem muitas vertentes sobre essa dança, uma delas é que ela teria surgido em um grupo de beduínos que a noite atacavam viajantes que passassem perto de seus domínios, os viajantes eram saqueados e mortos , para comemorar , as mulheres desta tribo dançavam com suas espadas exibindo-as como troféu.

Há outros contos sobre o surgimento dessa dança, o certo é que a apresentação com espada requer equilíbrio e habilidade para que a dança seja realizada de forma graciosa e harmoniosa, é muito importante a escolha da música certa, que deve transmitir um ar de mistério.

Dança do Punhal
Esta dança não tem um significado padrão, usamos trajes comuns e o ritmo mais usado é o Wahd Wo Noss. A história nos revela esta dança como um rito de reverência a deusa Selkes, a rainha dos escorpiões que representa a morte, a transformação e o sexo.

Na Arábia e no Marrocos é tradição ficou também bastante associada a ciganos e mulheres que dançavam nas ruas, pois o punhal é uma arma de defesa.


Dança do Candelabro ou Raks Al Shamadan
Esta dança existe á muitos anos e faz parte de celebrações de casamento e nascimento. No Egito é tradicional em casamentos, a bailarina conduz o cortejo do casamento levando o candelabro na cabeça, desta maneira ela ilumina o caminho do casal, como uma forma de trazer-lhes felicidades.


A roupa para esta dança deve ser mais composta pois é considerada sagrada por celebrar casamentos e nascimentos algumas bailarinas gostam de dançar com chadô, dando certo mistério a dança.


Dança com Snujs
Os snujs são instrumentos de percussão que algumas bailarinas tocam. Para uma apresentação com snujs é necessário o estudo dos ritmos árabes, para desenvolvermos ouvido musical, e contagem de tempo. Um mesmo ritmo pode ficar lento e depois mais rápido, conforme a música, se não houver o domínio musical fatalmente a bailarina vai se atrapalhar.


Dança do Pandeiro
Ligado a ritmos folclores este instrumento está relacionado ao espírito Oriental, o traje de quem dança deve ser um vestido. Assim como os snujs acompanha-se seu som com o ritmo da musica, com o som forte do pandeiro a bailarina deve marcar o ritmo com precisão e graça. É uma dança de comemoração, alegria e festa.


Bengala ou Raks El Assaya
É a versão feminina de uma dança masculina originária de El Saaid, região do alto Egito, chamada Tahtib. Os homens simulavam uma luta com seus bastões (Shoumas). As mulheres usam um bastão leve ou bengala, imitando-os, porém de maneira suave e feminina usando habilidade equilíbrio e charme.


A roupa típica desta dança é um vestido e um lenço no quadril, nunca devemos dançar de roupa comum. O ritmo mais usado é o Saaid .


Zaar
É uma dança de êxtase e exorcismo praticada no norte da África e no Sudão. Não aceita pelo Islamismo. Ao som de percussão forte a bailarina dança e gira, o ritmo é chamado Ayubi.


Khalige ou Raks El Nach'at
É uma dança tradicional do Golfo Pérsico, Arábia e Emirados, também chamada dança dos desertos, pois os nômades são os bailarinos tradicionais. As mulheres usam longas túnicas ricamente bordadas por cima de suas roupas, dançam de forma bem sensual movendo a cabeça os cabelos e marcando o ritmo nos pés.


Dança do Jarro ou Raks Al Brik
É uma tradição tão antiga que se perde no tempo. Retrata o cotidiano de mulheres reprimidas que iam buscar água na fonte com seus jarros de barro.


Cantores e musicas compunham versos e rimas de amor para cantar a beleza destas moças pegando água na fonte, com os rostos quase sempre cobertos, assim como todo o corpo, ao aproximar-se das águas era preciso subir um pouco o vestido para não molhar, um delírio para os rapazes que apreciavam escondidos.


Da habilidade de equilíbrio pesados jarros de água surgiu esta dança no norte da África, muitos senhores ofereciam a seus hospedes exóticas apresentações ao servir vinho.


Hagallah
É uma dança realizada pelos beduínos da região de Mersa Matruh. A palavra Hagallah vem do árabe hag'l que significa pular, saltar. Hagallah é dançada em procissões de casamento, nesta celebração familiares e amigos acompanham os noivos com cantos e palmas, a dançarina vai a frente com passos curtos e shimmies, podendo estar total ou parcialmente coberta de véus, levando nas mãos um véu ou um bastão(o bastão não é manuseado). A música é improvisada pelas pessoas presentes (voz e palmas).


Esta dança foi pesquisada e adaptada para palco por Mahmoud Redá por volta de 1966,ele investigou e resgatou este folclore.


Andaluz
Andaluz Originada pelos mouros islâmicos de Kadiz,Andaluzia(Espanha),este estilo também chamado de Malouf é caracterizado por passos ligeiros e graciosidade arabesca que desenham a melodia.O véu é usado para marcar a sinuosidade dos movimentos,é dançado ao som de música clássica Nouba e encontramos alguns elementos de Ballet clássico neste estilo. Ghawazee A tradução para o termo ghawazee é invasoras,de uma forma romântica podemos dizer invasoras de corações,pois elas dançavam e encantavam.Eram mulheres exóticas de origem cigana que dançavam ao ar livre.Até hoje estão presentes no meio do povo egípcio,ganhando seus corações com sua dança alegre e contagiante. Foram as primeiras bailarinas profissionai da dança.


Dança Das Flores
Era dançada por camponesas para comemorar a colheita e as vezes para aliviar o ardor do trabalho pesado.Nesta modalidade a bailarina oferece flores ao público.


Dabke Os fenícios com argila,os trabalhadores para amassar este barro batiam com os pés ao som do toque de um tambor,surgiu assim esta dança que é muito popular entre os árabes por ser alegre e contagiante.Dabke pode ser dançado por homens,mulheres e crianças.


Dança dos Véus
Não se sabe ao certo como surgiu esta dança.Dizem que sua raiz esta na dança dos sete véus;nesta dança cada véus representava os sete chkras.


O véu é atualmente um dos símbolos mais comuns da dança,podendo ser usado para emoldurar o rosto ou o corpo da bailarina ou ainda desenhando ao sabor da musica.


Melea-Laff
É um tipo de lenço que ganhou popularidade no Egito nas décadas de 30 e 40, pois as meninas do Cairo enrolavam-se nelas para dançar. Para esta dança é preciso que a bailarina seja muito carismática, charmosa e exagerada nos gestos; é uma dança usada para paquera. Apesar de o lenço usado ser de tecido grosso e escuro é ao mesmo tempo revelador, pois o tecido é enrolado bem apertado ao redor do corpo, marcando as curvas do quadril e da cintura, assim sendo o véu cria um tipo de dança provocante, ainda que totalmente coberta.


A Bovika é um véu tricotado com buracos, tradicionalmente acompanhado nessa dança, usado para cobrir o rosto.


Para dançar Melea é preciso saber enrolar e desenrolar o véu de maneira correta ao corpo, ter muito charme e graça, é comum em apresentações desta dança a bailarina entrar para dançar mascando chiclete e falando palavras soltas em árabe no meio da musica, isto caracteriza o personagem tipo do melea, as mocinhas charmosas do Cairo.




Benefícios da dança do ventre:


• Melhora alongamento e flexibilidade;

• Coordenação motora;
• Modela o corpo, afina a cintura, tonifica musculatura interna e externa dos braços, pernas e abdômen;
• Corrige postura diminuindo dores na coluna,derivada de desvios posturais;
• Massageia os órgãos internos estimulando um melhor funcionamento
• Ajuda a emagrecer;
• Alivia tensões, combate o estress;
• Desperta a feminilidade.
Na dança do ventre também são aplicadas algumas técnicas de balet, dentre as bailarinas que usam essa forma de dança estão Renta Lobo de Porto Alegre. E saida, da Argentina. Essa forma de dança mostra mais leveza nos movimentos, e podemos chamar a técnica de andaluz.


É importante deixar claro que qualquer mulher dentro de suas limitações pode dançar, desde que realize alongamento antes. Assim evitamos problemas musculares.


Para saber os passos na sequencia, é preciso um período considerável de aula. Mas com dedicação e ensaios em casa, em 06 meses, você já consegue fazer ligações entre os pasos. E dai prá frente, é só treinar e se dedicar. Mas sem esquecer de realizar os alongamentos. SEMPRE, estando em casa ou na academia.


Então, vamos lá. Perca a vergonha e se entregue a música. Redescubra o prazer da dança e da sua feminilidade! Separei algumas músicas prá você. Que tal começar a dançar?


Boa Sorte!!!