Pesquisar

Carregando...

domingo, 28 de março de 2010

A verdade sobre os gatos....


Os gatos sempre foram associados a bruxaria e aos conhecimento ocultos. Principalmente os gatos pretos. E sempre que vemos uma imagem de bruxa na internet, ela está com seu fiel companheiro ao lado. O gato preto.

Os gatos exercem fascínio desde o Egito antigo. Onde eram associados a lua. Devemos lembrar da Deusa Bast. A deusa com cabeça de gato. E também podemos citar a Roma antiga e o leste Europeu. Todos os gatos tinham adoráveis fãs nestes lugares.
Bast


Na inquisição, quando muitos bruxos e bruxas foram queimados na fogueira, acusados de heresia e adoração à forças ocultas, a igreja católica acreditava que as bruxas se transformavam em gatos para sair no meio da noite a fazer sortilégios e feitiços...

Os gatos dizem tudo sobre o comportamento de seu dono, e embora digam que não é companheiro, eu discordo. Ele é simplesmente independente. E isso em si é fascinante.
Os gatos também conseguem sentir a energia da pessoa, saber se é ou não alguém de boa índole. Por isso, acredite em seu gato.

Gatos nos bastidores (ou não) da magia:

  • Na mitologia nórdica, a Deusa Freya, tem sua carruagem puxada por dois gatos.
  • Gatos possuem sete vida?
  • Mulheres de pescadores tinham sempre um gato preto em casa para prevenir acidentes no mar;
  • Na Escandinávia os gatos são símbolos de fertilidade;
  • O hindu acredita que ve um gato é o símbolo de o nascimento de uma criança;

sábado, 27 de março de 2010

Instrumentos Mágicos

Assim como os médicos, os bruxos e bruxas também tem seus instrumentos que são usados em rituais, como meio de ligação com o divino, os deuses e seus poderes. São canalizadores e emissores de energia.
Dentre os instrumentos usados, o mais famoso e que todo mundo conhece é o caldeirão.  Representante da grande mãe simboliza o seu útero. É associado com a Deusa celta Ceridween. Deusa do caldeirão, mas simboliza todas as demais também. Pois a Deusa é a representação de todas elas.....

Outros instrumentos que não podem faltar em rituais são a varinha, o athame, o pentagrama, a vassoura, o sino, a espada., o cálice e o livro das sombras. Certamente, que terá um ou outro faltando. No entanto, tem sempre aqueles que são indispensáveis, e são eles:

O caldeirão: De ferro tradicionalmente de três pés, que simboliza as tres faces da deusa e da lua. Crescente, cheia e minguante. Geralmente usado para fabricação de poções, e também para queima de velas, pedidos e fogo sagrado.
Elemento representante: Água.

O cálice: Usado para o vinho que será compartilhado entre os membros do ritual. Simboliza a partilha e a amizade.
Elemento representante: Água

A varinha: Usado para direcionar energia, abertura de círculo mágico.
Elementos representante: Ar





O pentáculo: Geralmente um disco de cobre ou prata com a estrela de cinco pontas ao meio. Usado para consagrar instrumentos.
Elemento representante: Terra



O livro das Sombras: Um caderno  geralmente de capa preta que o bruxo usa para escrever feitiços e vivências. Colocando toda a vivência da arte.  Não é associado a nenhum elemento, mas deve estar presente em todos os rituais, pois dali podem ser tirados feitiços e invocações, ou até mesmo ser usado para escrever algo relacionado ao ritual em específico.

A vassoura: É usada para purificação de ambientes e viagens astral. Suas cerdas podem ser de ramos de manjericão, bétula, teixo, artemísia, salgueiro ou sabugueiro. São todas árvores sagradas para a Deusa.
Símbolos mágicos podem ser gravados na vassoura. Ela deve ficar com as cerdas para cima e o cabo para baixo, dessa forma estará protegendo o local.

O Athame: Um punhal com dois gumes. Usado para traçar símbolos de poder no ar, ou direcionar poder a um objeto.
Elemento representante: Fogo.

Antes de usar seus instrumentos, você deve consagrá-los para que sejam ungidos de magia e poder.


Ritual para consagração de um objeto mágico:

Tome um banho de purificação, vista sua roupa ritual ou simplesmente uma que se sinta bem e confortável. Realize a abertura do círculo invocando a deusa e o deus em seu ritual, e as demais conjurações dos elementos e quadrantes.
Tenha os  seguintes materiais:

  • Incenso de sandalo, mirra ou cedro;
  • Vela branca ou fogo sagrado;
  • Cálice com água;
  • Pires com Sal.
Acenda a vela com a invocação dos elementais do fogo. E na chama dela o incenso com a invocação dos elementais do ar. Levante a taça e conjure os elementais da água. Levante o sal e conjure os elementais da terra.
Lembrando que você deve realizar as invocações do coração. De acordo com sua intuição. Mas é importante que o faça.
Pdelo poder da terra eu o consagro, abençôo e purifico. Que sua memória passada seja anulada, para que você seja dedicado aos trabalhos sagrados da grande mãe. Que assimn seja e assim se faça.
Passe o instrumento na fumaça do incenso e diga:

Pelo poder do ar, eu o consagro abençôo e purifico.
Que sua memória passada seja anulada, pois a partir de agora eu o dedico a grande Deusa do círculo do renascimento e ao Deus fertilizador. Que assim seja e assim se faça.

Passe o instrumento na chama da vela e diga:
Pelo poder do elemento fogo eu o consagro, abençôo e purifico.
Que sua memória passada seja anulada, pois a partir de agora, você é um instrumento de força e de poder do Senhor e da Senhora. Que assim seja e assim se faça.

Respingue um pouco de água no instrumento enquanto diz:
Pelo poder do elemento água eu o consagro abençôo e purifico. Que sua memória passada seja anulada, pois a partir de agora você é um instrumento da arte da Deusa, e carrega o poder e a magia. Que assim seja e assim se faça.

Eleve o instrumento ao céu e diga:
Pelos poderes do alto e dos céus, eu o consagro e o dedico à Arte Antiga.
Sopre o instrumento e diga:
Pelo meu próprio poder eu o consagro e lhe dou vida com este sopro para que você responda só a mim, e me auxilie em meus trabalhos mágicos e me proteja. Que assim seja. E assim se faça.

Pelos poderes da arte da Deusa foi consagrado.
Para fins mágicos será usado.

Que assim seja e assim se faça.

Agradeça aos deuses e deusas invocados em seu ritual, aos elementais e destrace o círuclo.

Depois de consagrado, um instrumento mágico não pode por outra pessoa ser tocado. E se assim ocorrer, deverá ser novamente consagrado.

Ritual de Consagração de instrumentos mágicos


Fogo Sagrado - Ritual de  consagração de instrumentos mágicos



Ritual retiado do livro: Wicca a religião da Deusa.
Autor: Claudiney Prietro.
Adaptado por ametista.

sábado, 20 de março de 2010

Arcanjos, anjos serafins, querubins....


São nove coros ou ordens angelicais. Serafins, Querubins,Tronos, Dominações, Potestades, Virtudes, Principados, Arcanjos e Anjos, distribuídas em três Hierarquias.


1ª Hierarquia:  São formados pelos anjos que possuem maior contato com Deus. Dedicando-se a amá-lo e glorificá-lo.
http://www.youtube.com/watch?v=PI_C6RwiVbc
  • Serafins -  O nome "Seraph" deriva do hebreu e significa queimar.
  • Querubins - Guardas e mensageiros divinos.
  • Tronos - Inspiram os homens.
2ª Hierarquia: São os anjos que dirigem os planos da eterna sabedoria. Vigiam a terra e são responsáveis pelos acontecimentos do universo.

  • Dominações - São de alta nobreza, os demais anjos dessa hierarquia lhes são submissos. Auxiliam nas emergências e nos conflitos que devem ser resolvidos rapidamente.
  • Potência - Protetores dos animais. Protegem a criação e a perpetuação das espécies.
  • Virtudes - Orienta os humanos nos cumprimentos de sua missão e carma.
3ª Hierarquia: Executam as ordens de Deus.

  • Principados - Guias dos mensageiros divinos. Responsáveis pelos países, estados e reinos.
  • Arcanjos - Responsáveis pela emissão de mensagens importantes. Assegura os bons relacionamentos, os estudos e a sabedoria.
  • Anjos - Mensageiros.

quarta-feira, 17 de março de 2010

Mabon.

Ocorre no 1º dia de outono no hemisfério norte. E em 20 de março no hemisfério sul.
Em 2010 às 08:44. No horário de Brasília
Segundo Festival da Colheita e a época de celebrar o término da colheita dos grãos que começou em Lammas. Também é a época de agradecer, meditar e fazer uma introspecção.
Podemos dizer que é a celebração da descida da Deusa Perséfone ao submundo.
Segundo a lenda, Perséfone estava colhendo flores, e Hades vendo-a ficou tão encantado com sua beleza que subiu a terra em sua carroça e a levou para o submundo. Deméter extremamente triste com o ocorrido, corre o mundo em busca da única filha sua que levaram embora. Sendo deusa da colheita, enquanto chorava a perda da filha, Deméter se esqueceu das colheitas e o mundo foi ficando cada vez mais seco e sem vida. Até que Zeus se compadecendo da sua dor de mãe resolve intervir no caso. Porém, já era tarde. Perséfone se alimentara no submundo com sementes de romã. Desse modo, a volta de Perséfone a terra seria impossível. O impasse então ficou resolvido da seguinte forma: Perséfone passaria 06 meses com sua mãe Deméter, e 06 meses com seu marido no submundo.
Primavera e Outono.

Os alimentos pagãos tradicionais do Sabbat do Equinócio do Outono são os produtos do milho e do trigo, pães, nozes, vegetais, maçãs, raízes (cenouras, cebolas, batatas, etc.), cidra e romãs (para abençoar a jornada de Perséfone ao tenebroso reino do Submundo).

Incensos: benjoim, mirra, sálvia, flor do maracujá e papoulas vermelhas.

Cores das velas: marrom, verde, laranja, amarela.

Pedras preciosas sagradas: cornalina, lapis-lazuli, safira, ágata amarela.

Ervas ritualísticas tradicionais: bolota, áster, benjoim, fetos, madressilva, malmequer, plantas de sumo leitoso, mirra, folhas do carvalho, flor do maracujá, pinho, rosas, salva, selo-de-salomão e cardo.

domingo, 14 de março de 2010

Alfabetos Mágicos

Alfabetos mágicos são caracteres diferenciados, inspirados nos astros e processos magísticos. São letras do alfabeto ocultadas por diferentes caracteres. Muitos são os usados, porém o mais conhecido deles é o hebraico, ou cabalístico. Acredta-se que os demais são originados deste.  Esse alfabeto foi desenvolvido no Séc. X a.c e sua criação é atribuída a Esdras.


Alfabeto Hebráico
Segunda a cabala, as 22 letras do alfabeto hebráico, associadas às 10 sephirots foram a matéria prima que Deus usou para criar o universo. Cada uma dessas22 letras tem um significado especifico e é atribuído um valor numérico e quando elas se juntam nas mais diversas combinações, seria o mesmo que montar uma equação numérica.
 
 
Esdras
Na idade média, ou até mesmo antes, os bruxos e bruxas usavam desse artifício para escrever suas poções e feitiços em seus livros. Pois como os caracteres eram diferentes do usual. Ninguém correria o risco de sair por ai copiando os feitiços alheios....E também pelo "sincretismo". Dessa forma, ninguém saberia que se tratava de feitiço ou algo assim.


Além do alfabeto cabalístico ou de Esdras temos outros:


  • Alfabeto de Honório de Thebas: Originário na antiga cidade grega: Tebas. Origem: Anterior ao Séc. XI.
  • Alfabeto Celeste: Ou dos anjos.


  • Alfabeto Malachim: Criado por Henrich Cornellius. Derivado dos alfabetos hebreu e tebano
  • Alfabeto mágico ou alfabeto da passagem do rio: Derivado do hebráico.
  • Alfabeto dos templários: Usado pelos templários
  • Alfabeto químico: Usado em processos alquímicos
  • Alfabeto dos Rosa cruzes: Usado pelas ordens maçônicas e rosa cruzianas em seus escritos, e tem origem no Séc. XVII.
  • Alfabeto dos magos ou de Clagliostro. Ou alfabeto dos magos: Deriva também do hebráico. É escrito de trás para a frente. E foi usado especialmente pelos magos e bruxas para ocultar os documentos escritos em grimórios.
  • Alfabeto Enochiano: Linguagem dos anjos.
  • Alfabeto de Paracelso: Atribuido ao médico, alquimista, físico e astrólogo suíço de mesmo nome.
  • Al
  • Alfabeto da Babilônia: Deriva do aramaico. Língua falado por cristo.
  • Runas: Alfabeto nórdico. Também denominado de FUTHARK.


sexta-feira, 12 de março de 2010

Saint Germain

Decreto da chama violeta : "EU SOU UM Ser de Fogo Violeta ! Eu sou a pureza Que Deus deseja ! "



Quem Saint Germain foi?

Saint Germain NA Realidade E muitos dos Nomes hum hum recebeu Que mestre ascencionado especial muito. no entanto, E mais conhecido Dessa maneira . Mestre do Sétimo Raio e emanador da chama violeta .


HA Indícios de Lendas OU Que Ele ESPECTRO Homem Seria UM " Vivendo " Na França do Século XVII. Visto Que Seu Comportamento incomum parágrafo era uma época. Não comendo Visto época, Ao lado de Mulheres e geralmente Não Ficava Muito tempo em Lugar Mesmo um. Sempre Bem arrumado Para muitos diamantes e com. Acreditavam -se que possuía o elixir da Vida , aparentava POIs semper uma idade MESMA .


Saint Germain Mostra ao Mundo o ideal de liberdade. Libertos do medo, da raiva e de Tudo Que POSSA nsa aprisionar AO Espírito de Pobreza Espiritual , raiva , ressentimentos ... nsa tornamos Mais Próximos da Elevação .
A chama violeta É UM aspecto do Sétimo Raio do Espírito . O fogo sagrado Que transmuta uma Causa, O efeito , o registro EA Memória do Passado EO carma negativo .
A chama violeta Foi libertada em 1930 Pés EAo do Monte Shasta . Califórnia. A SUA Chama Gêmea Seria uma Deusa da Porcia . Deusa da Justiça.


A cada 2,000 anos , a terra Entra em Contato com hum novo raio , a roda gira cósmica Por então 14,000 Para tanto anos. CADA chohan escolhido recebe uma Coroa e Cetro o . TeVe SUA Saint Germain em Ascenção 1 º de maio de 1684 E foi Preparado Pela mestra Kuan Yin, recebendo entao uma Coroa em 1786. Sendo Que o próprio Jesus em SUAS Mãos entregou o Cetro de comando. Sendo o Símbolo da Autoridade , COROA Chegou Até o Mundo Por S. Miguel Arcanjo.
Que Sabemos Saint -Germain encarnou muitas Vezes como Aceitando Condições , semper com o Propósito de ajudar A quem precisasse DELE . E Também Pela Maior Preparação de SUA Coroa .

Sétimo Raio : Saint Germain
Templo : Templo da Chama Violeta
Local: Monte Shasta, Califórnia, E.U.A.
Chama : Violeta
Complemento Divino : Mestra Portia
Atributos : Liberdade, Transmutação , Perdão , Purificação
Músicas -chave: Valsas Vienenses (J. Strauss)

 

domingo, 7 de março de 2010

Dias da semana.

A magia de cada dia....

Na magia sabemos que cada dia da semana tem um planeta regente, e que portanto esse nos auxilia em determinados trabalhos de magia. Como por exemplo sexta-feira. É o dia de Vênus, portanto os trabalhos de magia relacionados ao amor ganham mais força nesse dia. Abaixo segue os dias da semana e seus respectivos regentes:



  • Segunda: Lua
  • Terça: Marte
  • Quarta: Mercúrio
  • Quinta: Júpiter
  • Sexta: Venus
  • Sábado: Saturno
  • Domingo: Sol
 No mundo dos orixás não deixa de ser diferente. Não é que tenhamos um regendo o dia da semana, mas temos o dia dedicado a um determinado orixá. Vamos continuar usando a sexta como exemplo. Na umbanda, sexta feira é o dia de Oxalá, Orixá maior regente de todos. É jesus no sincretismo.



Portanto, na sexta feira é dia de branco. Dia de paz, de parar e pensar na semana, um momento de reflexão. Há contos que dizem que o dia a sexta passou a ser o dia do branco devido ao fato de antigamente os mouros usarem essa cor, e se dirigirem às mesquitas para suas orações.


Então, cada orixá tem um dia prá ser comemorado na semana, e ainda as datas de sua festa. Então na semana, é válido acender uma vela, um incenso e pedir a determinado orixá força e paz nos caminhos para que a luz de aruanda sempre esteja presente a nos guiar e nos passar os ensinamentos sagrados.



SEGUNDA – FEIRA * Exu, Pomba Gira, Obaliuaie, Omulu, Pretos Velhos (Iorumá) e almas aflitas

TERÇA – FEIRA * Ogum, Boiadeiros e Baianos
QUARTA – FEIRA * Xangô e Iansâ
QUINTA – FEIRA * Oxossi, Caboclos e Caboclas
SEXTA – FEIRA * Oxalá, Almas Santas e Linha da Oriente liderada por São João Batista
SÁBADO * Iemanjá, Oxum, Nanã Buruke, Ondinas, Sereias, Caboclas, Iaras e Marinheiros
DOMINGO * Iori (Cosme e Damião), Crianças e Ibejadas



Salve o povo de aruanda!

Descobertas

...Ao acordar, vi o sol...


Ao abrir a janela um pássaro...



E ele me disse que a grande verdade da vida não é encontrada e sim descoberta. Portanto, não adiantaria eu ficar questionando, e buscando...Eu teria que viver e aprender. Cuidar zelar...Enfim.


Não vou negar que a mensagem ficou martelando em minha mente e sem querer e automaticamente. Me questionei...


Agradeço aos deuses, pelos caminhos mostrados e abertos. Pelas descobertas...E como disse um caro amigo mago..Nunca estamos sós. A deusa sempre é conosco...


Nos momentos de dificuldades e questionamentos, temos que sempre permanecer abertos a novos pensamentos e nunca aos que nos prendem nas correntes do passado...


Que os caminhos permaneçam abertos e as portas sempre escancaradas para novas oportunidades e visões...


Que os livros do conhecimento tenham sempre páginas em branco para que possamos preencher com palavras de sabedoria.


O culto a Ísis

Isis, esposa e irmã de Osiris. Mãe de Hórus....Senhora da magia.


O culto de Isis se estendeu por toda parte do mundo antigo, inclusive Grécia. Exemplo de esposa e mãe.

A viúva que não descansou enquanto não encontrou o corpo do esposo. E senhora da magia, pois mesmo morto, ressucitou-o e assim pode conceber Hórus. O deus falcão e deus lua.
Senhora da magia, pois com suas palavras convenceu a Rá que lhe dissesse seu nome mágico e somente assim poderia livrá-lo do veneno letal em suas veias. Senhora das palavras...

Segundo os antigos, a cheia do Nilo ocorria devido às lágrimas que isis derramara pelo seu esposo Osiris.

Um pouco de história...

Após a conquista do Egito por Alexandre o Grande o culto de Ísis difundiu-se através do mundo greco-romano..[12] No período helenístico Ísis adquiriu uma nova posição como deusa dominante no mundo mediterrânico.

A deusa protetora de Cleópatra era Ísis, e durante o seu reinado acreditou-se que ela era a reencarnação e incorporação da deusa da sabedoria.

Em Roma, Tácito registrou que após o assassinato de Júlio César, foi decretada a construção de um templo em honra de Ísis; Augusto suspendeu esta construção, e tentou trazer os Romanos de volta às antigas divindades, que eram estreitamente associadas à figura do Estado. Eventualmente o imperador Calígula abandonou os cuidados de Augusto em favor do que foi descrito como "cultos orientais", e foi em seu reinado que o festival de Ísis foi estabelecido em Roma. De acordo com Flávio Josefo, Calígula vestiu-se como uma mulher e tomou parte nos mistérios que instituiu.

Vespasiano, assim como Tito, praticaram incubação no Iseum romano. Domiciano fez erguer um outro Iseum juntamente com um Serapeum. Trajano foi representafo diante de Ísis e de Hórus, presenteando-os com oferendas votivas de vinho em um baixo-relevo em seu arco do triunfo. Adriano decorou a sua villa em Tibur com cenas Isíacas. Galério considerou-a sua protetora.

As perspectivas Romanas dos cultos eram sincréticas, vendo nas novas divindades meros aspectos locais dos que lhes eram familiares. Para muitos Romanos, a Ísis egípcia era um aspecto da Cibele Frígia, cujos ritos orgíacos estavam há muito implantados em Roma. De fato, ela foi conhecida como "Ísis dos Dez Mil Nomes".

Entre os nomes da Ísis Romana, "Rainha do Céu" destaca-se por sua longa e continua história. Heródoto identifica Ísis com as deusas da agricultura Deméter na mitologia grega e Ceres na romana.

No período tardio, Ísis também teve templos através da Europe, Britania, África e Ásia. Uma estátua de Ísis em alabastro, do século III encontrada em Ohrid, na República da Macedónia, está representada no anverso da nota de 10 dinares macedónios emitida em 1996.

O pré-nome masculino "Isidoro" (também "Isidro") significa em Língua grega antiga "Presente de Ísis" (semelhante a "Teodoro", "Presente de Deus"). O nome, comum à época romana, sobreviveu à supressão do culto a Ísis e permanece popular até aos nossos dias - sendo, entre outros, o nome de diversos santos cristãos.

sexta-feira, 5 de março de 2010

8 de Março. Dia internacional das mulheres.

À  todas as mulheres...

O dia 8 de março tem origem de manifestações feministas em prol de melhores condições de trabalho e direito de voto, que marcou o início do século XX.

No Dia 8 de março de 1857, operárias de uma fábrica de tecidos, situada na cidade norte americana de Nova Iorque, fizeram uma grande greve. Ocuparam a fábrica e começaram a reivindicar melhores condições de trabalho, tais como, redução na carga diária de trabalho para dez horas (as fábricas exigiam 16 horas de trabalho diário), equiparação de salários com os homens (as mulheres chegavam a receber até um terço do salário de um homem, para executar o mesmo tipo de trabalho) e tratamento digno dentro do ambiente de trabalho.

A manifestação foi reprimida com total violência. As mulheres foram trancadas dentro da fábrica, que foi incendiada. Aproximadamente 130 tecelãs morreram carbonizadas, num ato totalmente desumano.
Porém, somente no ano de 1910, durante uma conferência na Dinamarca, ficou decidido que o 8 de março passaria a ser o "Dia Internacional da Mulher", em homenagem as mulheres que morreram na fábrica em 1857. Mas somente no ano de 1975, através de um decreto, a data foi oficializada pela ONU (Organização das Nações Unidas).
A criação da data, não foi somente com o intuito de comemorar as conquistas e sim lembrar das mulheres que lutaram pelos seus direitos e pagaram com a vida, assim como debater melhorias nos direitos das mulheres e propor discussões a respeito.
Aqui no Brasil, as mulheres conqistaram o direito a voto em 24/02/1932. Grande vitória feminista.


PARABÉNS À TODAS NÓS!!!!!