Pesquisar

Carregando...

quarta-feira, 30 de março de 2011

Tchaio - Chá Cigano


Ingredientes:

Chá preto ou mate
Morango
Maçã
Uvas
limão

Modo de preparo:

Prepare o chá, coe adoce a gosto e reserve.
Em uma jarra separada coloque as frutas e o limão picado em rodelas com casca. Amasse tudo levemente e despeje o chá por cima.


Consagração:
Consagro esse chá a Deus, Santa Sara Kalli e aos clãs ciganos de luz do astral. Que derramem suas bençãos nesse chá, para que ao beber minha vida se encha de saúde felicidade e prosperidade. Amém

Fonte: Chás banhos e elixires do clã dos ciganos da cura.

Harmonizando sua casa

Em uma de minhas andanças pela net, acessei a página do Daniel Atala pelo facebook. E acabei tendo acesso a página da escola esotérica. Eis que encontrei o vídeo abaixo que fala sobre as aplicações do Feng Shui no banheiro. Achei muito interessante, e por isso posto abaixo.



Boa noite a todos!!!!


Desenho: desenhosdafernanda.blogspot.com
Video: You tube - Espaço sagrado

sábado, 26 de março de 2011

E vem ai mais uma convenção de bruxas e magos...

A próxima convenção de bruxas & magos de Paranapiacaba já tem data agendada. Será no mês de maio, entre os dias 13, 14 e 15. Acessando o site da casa de bruxa você tem toda a programação do evento. Inclusive dicas de onde você pode ficar se decidir se hospedar na vila.

Caso esteja com preguiça para acessar o site da casa de bruxa. Só clicar no link abaixo para ter acesso a programação que eu copiei e coloquei em PDF. Espero te encontrar por lá!!!


Beijinhos...

sexta-feira, 25 de março de 2011

A Aura

Você já deve ter tido essa sensação....
Chegar perto de uma determinada pessoa e simplesmente se sentir bem. Se sentir acolhida, e consequentemente tem até mais vontade de ficar mais perto dessa pessoa. Agora em contrapartida, tem pessoas que não podemos nem ver. Ou então só de falar já nos causa incômodo. Essa capacidade de se relacionar bem, ou não logo de cara pode estar diretamente ligada a vibração da nossa aura.

A aura é constituida de 04 campos:
  1. Campo físico
  2. Campo astral ou emocional
  3. Campo mental
  4. Campo etérico
A aura é um elemento etéreo e imaterial que envolve pessoas ou objetos.
Ela foi estudada nos anos setenta pelo físico russo Samuel Kirlian, que inventou a kirliangrafia, que não é nada mais que a fotografia da nossa aura. Através dela pode-se detectar visualmente que todo ser humano representa um gerador de energia que produz um campo energético.
A vibração e cor que emana com mais força, indica o estado físico e espiritual da pessoa. Ou ainda problemas psicológicos. Portanto, vale lembrar que seus pensamentos contribuem e muito para a formação da sua aura. Nem preciso lembrar que manter o pensamento positivo e as boas ações é importante. Isso forma a essencia da aura. Sentimentos como raiva, ciúme e inveja corrompem sua aura e a tornam escura e densa. Para assegurar o equilíbrio dos chakras e das cores, faça exercícios de relaxamento, caminhe diariamente, use os cristais para meditação, entre mais em contato com a natureza, enfim, mantenha-se saudável.

Veja abaixo algumas cores e seu significado:

Aura verde: Autoconfiança, capacidade de resolver problemas e de perdoar e de amar a paz; sensibilidade. É organizador, planejador e estrategista. A predominância da cor verde na aura das pessoas indica saúde e vigor. Esse tom costuma aparecer com grande intensidade na região da cabeça, pois está associado á atividade mental. Nos animais, a aura verde indica mansidão. Nas plantas, demonstra a emissão de fortes ondas de energia positiva, sendo muito comum nos vegetais dotados de propriedades curativas. Os objetos de aura verde são de uma autêntica fonte de positividade. Costumam apresentar esse tom depois de terem sido tocados por pessoas que estão de bem com a vida.

Aura amarela: Capacidade de dar e receber; ter esperanças; a saúde e a família desempenham um papel importante. Tem o dom de trabalhar em grupo harmoniosamente. O amarelo é uma das cores cinestésicas do espectro; isso significa que uma pessoa com aura desta cor tem uma reação física antes de ter uma resposta emocional ou intelectual. Quando ele entra numa sala cheia de gente, sabe de imediato se quer permanecer ou não. A predominância da cor amarela na aura das pessoas indica inteligência, facilidade para se comunicar e para aprender e supremacia da razão sobre a emoção. Nos animais, pode ser sinal de doença, debilidade física ou tristeza. Nas plantas significa falta de vitalidade, especialmente se a tonalidade do amarelo for muito fraca. Já os objetos de aura amarela costumam ser dotados de pouca energia ou emitir vibrações ruins.

Aura azul:Capacidade de cura através das próprias energias mentais e espirituais; age sobre os outros de modo agradável e calmante; altos ideais de vida; sinceridade. O Azul personifica as características do cuidado e do carinho. É a cor da aura que mais se preocupa em ajudar os outros. Predominância da cor azul na aura das pessoas indica paz interior, harmonia, saúde equilibrada. Bem estar, descanso e autoconfiança. Geralmente se manifesta com maior intensidade após um ato sexual satisfatório e durante o sono. Nos animais, a aura azul é sinal de felicidade e de satisfação com o tratamento que vêm recebendo do dono. Nas plantas, indica propriedades tranqüilizantes e analgésicas. Nos objetos, pode ser interpretadas como uma emanação de fluidos positivos.

Aura laranja: Sua busca espiritual é, na verdade, uma busca de um sentido de vida além de si mesmo. A predominância da cor laranja na aura das pessoas indica capacidade de realização, sensualidade, boa saúde, versatilidade e dinamismo. Nos animais é sinal de manifestação dos instintos (fome, sede, desejo sexual). Nas plantas, indica a produção de sementes ou o nascer das flores. Nos objetos, expressa um grande potencial energético (é comum na aura de sinos e de objetos religiosos em geral).

Aura dourada: Adora saber como e por que uma determinada coisa funciona, e lança mão de uma paciência infinita. A espiritualidade, para a pessoa de aura dourada, é o estudo da ordem superior do universo e de leis e princípios que o governam. Ele quer entender a organização mental, as leis ou as probabilidades que geraram a ordem no interior do caos espiritual. A predominância da cor dourada na aura das pessoas indica espiritualidade elevada e prosperidade. Ela surge com mais intensidade na região do tórax, pois está associada ao amor, qualidade inerente ao centro energético do coração. Nos animais, o dourado expressa felicidade. Nas plantas, simboliza suavidade e fluidos positivos. Nos objetos, mostra que foram tocados por uma pessoa bem intencionada.

Aura Vermelha: Ênfase no modo de vida material; sucesso alcançado através da dedicação pessoal completa; saúde física estável; tendência à irritabilidade quando contrariada. A predominância da cor vermelha na aura das pessoas indica vitalidade, excitação coragem e forte energia sexual. Porém se estiver muito concentrada num determinado ponto, pode ser sinal de um distúrbio. Nos animais, exprime instinto e vigor, ao passo que nas plantas está associado ao crescimento. Nos objetos, indica que eles foram tocados por alguém que estava entusiasmado ou ansioso e que os deixou impregnado dessa energia.

Aura violeta: Espiritualidade bem desenvolvida; inspirações criativas; capacidade de transformar os sofrimentos pessoais em fatores positivos para o próprio destino. O violeta é a cor do espectro mais próxima do equilíbrio psíquico, emocional e espiritual em vigor no planeta neste momento. A predominância dessa cor na aura das pessoas é expressão de poderes mediúnicos, capacidade de compreensão, saúde e mentes equilibradas.Quando surge nos animais, a aura violeta significa satisfação e fidelidade. Nas plantas, é sinal de uma força positiva tanto que as violetas e as flores de lótus que simbolizam a espiritualidade, costumam ter a aura dessa cor. Nos objetos, indica uma forte concentração energética, e, geralmente se manifesta depois que o objeto foi tocado por uma pessoa espiritualmente evoluída.

Aura prateada: Um curandeiro, médium natural. Utiliza energia para transformar luz em raios que curam, seu maior desafio é aprender a se conhecer e descobrir seus dons especiais.

Aura Anil Índigo: A aguda perspicácia intelectual é um dos aspectos mais gratificantes e mais exasperantes, é brilhante e inquiridor, com uma inteligência que vai muito além dos conceitos mais tradicionais.

Aura cristal: A predominância dessa cor (uma espécie de névoa brilhante e branca) na aura das pessoas indica dons telepáticos, poder de cura, para normalidade, pureza e bondade. Costuma se manifestar com maior força nas mãos de massagistas e outras pessoas que lidam com cura. Nos animais é sinal de capacidade de adaptação. Nas plantas, a aura cristal tanto pode significar positividade quanto falta de vigor e vulnerabilidade. E, nos objetos, a aura cristal, expressa o poder de receber e emanar energias.

Vamos falar mais sobre esse assunto. Pois ele é util, interessante e abrangente. Mas por enquanto, coloco abaixo um vídeo sobre um relaxamento e limpeza da aura.  E até a próxima!

quarta-feira, 23 de março de 2011

Práticas & Magias

Eu sou um pouco perfeccionista sabe? Então, eu sempre desejo saber de todos os pormenores de um fato, acontecimento, ou situação... Para entender melhor e também poder opinar com segurança a respeito. Então sempre que lia algum livro sobre bruxaria e principalmente sobre feitiços. Eu sempre questionava o fato do autor (a) não da muita importância aos ritos finais do feitiço. E eu ficava pensando...

─ Poxa vida, ele nem se importou com nossas dúvidas. E como eu faço com o que sobra? Aqui não fala nada.

E até hoje eu ainda vejo alguns livros assim sabia? A diferença é que hoje eu confio mais na minha intuição, então em situações parecidas, eu sei exatamente como agir. Embora eu saiba que as dúvidas de meus leitores não sejam exatamente essas. Resolvi Escrever esse post, quem sabe alguém tem duvida no assunto não é mesmo?

Quando fazia o curso de magia natural com meu amigo mago, aprendi com ele que você deve ser prático (a) acima de tudo. E ainda mais seguir sua intuição. E outra coisa importantíssima que também aprendi é que ler sobre feitiços é importante para ter a base, mas essencial mesmo é elaborar os seus próprios.

No inicio você não tem mesmo muita bagagem sobre o assunto, e você de fato precisa de um norte para dar os primeiros passos. Então não há nada demais em ler alguns feitiços e realizá-los. Com o tempo, certamente você adquire a experiência que precisa para começar a anotar os seus próprios. Alguns autores mencionam o fato de ter que seguir a risca o que consta no feitiço e colocam a comparação de um bolo que se prepara e que caso algum ingrediente não tenha sido colocado a receita desanda, e o bolo fica meio borocochô. Quando você realiza feitiços elaborados por outra pessoa e cuja finalidade seja a mesma. Isso de fato tem de ser levado em consideração. Agora se você apenas se baseia no feitiço e altera algumas informações para adaptá-lo a sua necessidade, não vejo problemas com isso.

Um bom exemplo. Se você for realizar algum ritual para a deusa do amor Afrodite com base em um já existente seguindo a risca todos os dizeres e fases do ritual, e ainda por cima esse solicitar que o evento ocorra no mar. E você não for a uma praia para fazê-lo. Pode esquecer! Ele não terá a mesma força do que foi realizado no mar. Agora se você adaptar a sua realidade. Certamente que o resultado será diferente. Entendeu a dinâmica?

Outra coisa importante é o que fazer com o que sobra de determinado ritual ou feitiço. Em geral, as sobras (se é que podemos usar esse termo). Podem ser depositadas num jardim, praça ou enterradas. Dependendo claro do tipo da sobra.

Antes de qualquer coisa é importante deixar claro que prestar atenção a essas questões podem ajudar o seu feitiço, mas principalmente ajudar na preservação do meio ambiente. Dessa forma, eis o que você pode colocar junto à natureza quando terminar de realizar um feitiço ou ritual:

  • Folhas, sementes, gravetos e restos de frutas
  • Cinzas de papel queimado
  • Comida
E o que você não pode depositar na natureza:
  • Restos de velasTecidosOu materiais não biodegradáveis.
Os elementos que se deterioram facilmente tendem a se transformar em adubo. O que vai facilitar o crescimento de plantas próximo ao local e torná-las mais fortes.

Alguns feitiços pedem que os restos sejam depositados em rios. Se você mora em cidades do interior, ou ainda que tenha rios limpos próximos a sua casa. Sem problemas nenhum. Nesse caso, leve em consideração a lista que coloquei acima dos elementos que você pode depositar na natureza. Pois esses não farão mal ao rio.
Já mencionei em um artigo aqui no blog sobre ser prático (a) em rituais e magias. E que a necessidade faz a ocasião. Você deve usar o que tem em mão para realizar seu encantamento, feitiço ou ritual. Desde que não haja nenhuma exigência especifica em relação ao mesmo.
Nessa viagem de férias, por exemplo, eu tive que improvisar para conseguir programar um cristal para dar de presente para minha amiga. Pois como eu tive que sair antecipadamente daqui, não deu para levar incensos, velas, nada nadinha. Nem as pedras que eu ia dar de presente. Precisei comprá-las no mercado de São José. Pois bem, a limpeza eu fiz com água mineral e sal de cozinha mesmo. Agora o incenso eu tive que improvisar, eu fervi um pouco da água e passei os cristais no vapor da água mesmo por que não deu pra comprar o incenso... Programado o cristal ficou com certeza!
 

sábado, 19 de março de 2011

Manjericão



Quando decidi que ia começar a elaborar uma pequena horta caseira, a primeira muda que decidi que ia plantar foi o manjericão. E assim fiz. Meu pé de manjericão está super grande, e já teve floração duas vezes. Até usei em algumas receitas que ficaram maravilhosas....

Como sabemos, em magia todas as plantas tem um regente, e com o manjericão não pode ser diferente. Essa planta é regida por vênus, a deusa do amor. Portanto, se fizer um super banho com maçã verde, manjericão e ainda misturar algumas gotinhas de seu perfume favorito....Hum, os resultados serão muito bons!!! Mas além das propriedades mágicas, também gostaria de falar um pouco sobre as propriedades de cura e de fitoterápicas da erva. Então, vamos começar.

Nome Científico: Ocimum basilicum
Nome Popular: Manjericão, alfavaca, alfavaca-de-jardim, alfavaca-doce, basilicão, basílico, manjericão-de-molho, manjericão-doce, manjericão-grande, erva-real, alfavaca-cheirosa, alfavaca-d’américa, manjericão-branco, manjericão-de-folha-larga
Família: Lamiaceae
Divisão: Angiospermae
Origem: Índia
Ciclo de Vida: Perene

Uso medicinal:

Indicações: Infecções da pele e vias respiratórias, rachaduras nos mamilos, bronquite, cólicas, febres, flatulência, insônia, problemas digestivos, reumatismo.
Propriedades: Analgésica, antitérmica, antiséptica, digestiva, emenagoga, expectorante, sedativa.
Partes usadas: Folhas.

Dicas do cultivo:

Deve-se cultivá-lo sob sol pleno, em solo fértil, bem drenável, enriquecido com matéria orgânica e irrigado regularmente. Pode ser plantado em vasos, ou diretamente em canteiros adubados. Suas pequenas flores atraem abelhas e o lugar ideal para o plantio do manjericão é próximo a cozinha, onde ficará disponível ao cozinheiro. Não tolera frio, geadas ou calor excessivo. Aprecia o clima subtropical, tropical e mediterrâneo. Não suporta muitas colheitas subseqüentes, exigindo o replantio. Multiplica-se facilmente por estacas de ponteiro, postas a enraizar na primavera ou por sementes.

quinta-feira, 17 de março de 2011

A magia no dia a dia

Confesso que no inicio dos meus estudos em magia eu tinha dificuldade em assimilar e entender conceitos, assim como aplicá-los no dia a dia. No inicio eu também tinha a idéia de que praticar magia seria realizar um feitiço de semana em semana, realizar rituais constantemente, etc. Só com o tempo, muita leitura e uma boa dose de intuição, pude entender que realizar e viver a magia é muito mais que isso. E que uma série de coisas torna mais fácil essa compreensão.

A magia natural como o próprio nome diz, deve ser natural sem ser forçada. E com o tempo, você percebe que muita coisa você faz sem decorar se esforçar ou ainda sem receio. Dentre esses procedimentos, posso citar o cuidado com os artefatos mágicos, a organização e limpeza da casa, a elaboração de alimentos na cozinha, a manutenção do jardim, e outros; Prá mim, por exemplo, é muito natural quando termino de limpar a casa e lavar os banheiros, acender um incenso e passar pela casa toda, o deixando terminar de apagar na entrada da casa. E acender um incenso de sal grosso dentro do banheiro quando termino de lavá-lo. Isso eu me acostumei a fazer sempre.

Outra questão importante são os artefatos mágicos. Para realizarmos feitiços, rituais e encantamentos, usamos alguns artefatos ou instrumentos importantes ou indispensáveis. Como por exemplo, o incenso, as velas, e o caldeirão. Então, nada mais justo que dispensar alguns cuidados importantes na manutenção desses, assim iremos tê-los por um período maior de tempo conosco. Poupando um gasto desnecessário.

Quanto ao local, eu gosto de manter tudo em local arejado, e para a maioria dos artefatos “confeccionei” caixas para guardá-los. Elas têm cores diferentes então eu sempre sei o que coloco dentro delas, e ainda organizo mais facilmente o que preciso.

Os incensos, por exemplo, deixo-os em caixas de madeira (aquelas caixas usadas para artesanato), uma que ganhei e outra que pintei. As caixas ficam em cima da estante de livros, assim eles não correm o risco de ficar mofados, perderem o aroma, ou ainda ficarem empoeirados. E o fato de estarem guardados na caixa, me possibilita também saber qual eu preciso comprar para ter guardado ou ate mesmo o que falta para manter o estoque. Pois tenho dentro de cada caixa uma pequena lista de todos os incensos que estão guardados, assim como a quantidade de cada um deles.

Para guardar as velas, eu também pintei uma caixa e coloquei um dragão na tampa. Símbolo máximo do elemento fogo. Deixo todas dentro da caixa. Antes eu deixava todas juntas e misturadas. Porém, com o tempo percebi que algumas ficam manchadas com a cor de outras. Então a minha dica é que você separe em saquinhos de presente as velas colocando cada cor em um pacotinho diferente, assim a cor padrão será mantida normalmente.

Organização das velas
Embora eu acredite que o fato de uma vela ter sua coloração um pouco alterada não interfira diretamente no resultado de um feitiço ou ritual. Mas ainda assim, prefiro evitar.

Outra coisa que você pode fazer é guardar velas já untadas. No entanto, se o fizer, eu sugiro que espere primeiro o óleo secar na vela para depois guardá-la no saquinho. Ou se tiver o costume, passar algum talco de seu gosto para que o óleo seja sugado por ele. Assim a embalagem não ficará tão escorregadia e lisa. Mas o ideal é que a vela seja untada um pouco antes de ser acesa, eu prefiro fazer dessa forma. Untada mesmo só guardei uma branca que deixei somente para consagração de artefatos mágicos.

Os óleos e essências, também estão guardados em uma pequena caixa. Assim como os pacotinhos das ervas secas que guardo para chás, banhos e poções. Se você já pratica a magia há algum tempo, você certamente faz algo parecido ou igual, agora se não ainda. Você poderá, além disso, colar também pequenas etiquetas nos saquinhos indicando a data da embalagem das ervas, e também o nome delas, assim fica fácil estabelecer um período para uso da mesma. Se bem que a erva seca tende a durar mais que a natural. É também uma maneira de se organizar sabendo qual erva você tem em casa. Desde que fique guardada em local arejado. As minhas, por exemplo, ficam guardadas dentro de uma caixa que também fica em cima da estante de livros assim como as caixas dos incensos;

O caldeirão fica no centro do altar, e coloco nele (como tampa), uma pequena mandala de vidro e em cima dela alguns cristais. O local do meu altar é arejado, fica em frente à janela do meu quarto, só que do outro lado. Então o local está sempre com ar correndo e iluminado também.

Se você assim como eu gosta muito de cristais, você provavelmente irá espalhar eles pela casa inteira. Alem de deixá-los no quarto e claro, no seu altar. Para os cristais o cuidado deve ser muito diferente do realizado com os incensos e as velas. Cristais não foram feitos para ficarem guardados em caixas ou em gavetas. Eles foram feitos para serem expostos. Amam a luz, o sol. Então JAMAIS deixe seus cristais guardados. Exponha-os em diversos locais da casa. Mas antes tome o cuidado de limpá-los e programá-los para que eles não fiquem simplesmente como objetos de decoração. Sabemos que há pessoas que fazem isso, mas como temos uma consciência mais ampliada, VAMOS FAZER DIFERENTE! Vamos usar nosso conhecimento a nosso favor.

No post “programando seus cristais” eu explico o passo a passo de como fazer uma programação em seu cristal, já no post “A casa mágica” tem a explicação de técnicas com cristais a serem utilizadas para proporcionar equilíbrio a sua casa. Mas querendo, você também pode espalhar pedrinhas pelos cantos da casa, colocá-las em potes de mantimentos, dentro de vasos de flores, no batente da janela, da porta e mais um monte de lugar onde pedir sua criatividade. Tenho uma amiga que tem um cristal dentro do filtro. Legal né?

Vale lembrar que se você espalhar cristais por sua casa, eles precisarão ser limpos de vez em quando. E a programação sempre deverá ser reforçada. Um bom modo de fazer isso é quando estiver limpando ele. Faça o seguinte:

Em uma vasilha de vidro coloque água de fonte ou mineral até um pouco depois da metade. Massere ervas de seu gosto junto com sal grosso e deixe curtir um pouco. Mergulhe o (s) cristal (s) dentro e esfregue para limpá-lo enquanto profere palavras. Exemplo:

“Em nome dos poderes da natureza dos 04 elementos, em nome de Deus. Eu (dizer o nome), limpo esse cristal, para que seja retirada dele toda e qualquer energia negativa, de obsessão, de inveja, e de raiva. Ele estando limpo, eu (dizer o nome), mantenho nele a programação inserida anteriormente (dizer a programação). Que assim seja”.

Pronto. Seu cristal já pode ser colocado onde estava antes.

quinta-feira, 10 de março de 2011

Quiromancia - Parte II

Outro aspecto a ser analisado na leitura das mãos, são os montes. Na palma das mãos existem uma série de montes em posições diferentes, e cada um deles está associado a um planeta. O monte de Vênus (1) é o monte utilizado para obter informações sobre a vida amorosa de uma pessoa. Este monte está localizado ao lado do polegar e “dentro” da linha da vida. Normalmente certa gordura localizada nessa região sugere que essa pessoa viverá muito amor e prazer. Uma textura carnuda e firme do monte de Vênus indica uma natureza fortemente sexual, enquanto que um monte de Vênus flácido demonstra um baixo nível de vitalidade sexual. Linhas horizontais proeminentes nesta região sugere um amante capaz de encantar poderosamente os seus parceiros. A abundância de linhas finas seguindo em diferentes direções (como uma grade) nesta região, sugere que essa pessoa é muito complexa em relação ao amor. Geralmente, o excesso de linhas localizadas nesta região podem indicar que uma pessoa é facilmente influenciável por forças externas, podendo ser facilmente enganada por seus parceiros. Linhas que formam um triangulo nesta região sugerem pessoas que podem viver casos extraconjugais. Linhas num formato parecido com o de uma lua crescente sugerem pessoas que possuem um forte poder de sedução.

Sobre os Montes

As mãos são compostas por oito montes, cada um tem um nome e define uma característica especifica, quanto maior o monte, mais forte a influência de determinada característica no temperamento da pessoa.

1-Monte de Vênus - representa as emoções básicas, o físico e o sexual. Quando grande, representa um bom apetite, e boa disposição sexual. Quando baixo indica uma saúde mais frágil.
2-Monte de Marte inferior - representa a agressividade, o lado selvagem da pessoa. Quando pequeno, simboliza timidez. De tamanho médio, indica uma pessoa corajosa e agressiva. Grande, um temperamento impulsivo e um grande apetite sexual.
3-Monte de Júpiter - representa a sociabilidade. Se a pessoa não apresenta esse monte desenvolvido, deve ter problemas em lidar com a autoridade. Se for desenvolvido, apresenta boas relações sociais e capacidade de liderança.
4-Monte de Saturno - representa a introspecção. A inexistência desse monte indica pouco poder de decisão e negativismo. Um monte de Saturno saliente é sinônimo de consciência emocional e fidelidade.
5-Monte de Apolo - representa a capacidade criativa. Quando baixo, simboliza pouco poder criativo. Alto, indica extravagância e habilidades artísticas.
6-Monte de Mercúrio - representa o poder de comunicação da pessoa. Ou seja, quanto maior melhor a sua expressão. Se o seu monte de Mercúrio for baixo, provavelmente enfrentará dificuldades nessa área.
7-Monte de Marte superior - representa o grau de resistência e determinação. Assim, um monte bem definido indica coragem, segurança e persistência. Caso contrário, simboliza falta de foco e de firmeza.
8-Monte da Lua - representa a sua ligação com a imaginação e a realidade. Quando pequeno, indica muita racionalidade. Se grande, equilíbrio entre a razão e a imaginação.