Pesquisar

Carregando...

sábado, 24 de abril de 2010

Carga da Deusa


Sou a grande mãe adorada por toda a criação que existiu antes de suas consciências. Sou a força primária feminina, sem limites, eterna.

Sou a casta deusa da lua, Senhora da magia, cujo nome cantam o vento e as rochas. Levo a lua crescente em minha fonte e meus pés descansam nos céus estrelados. Sou os mistérios sem solução, um caminho sem curso, o campo virgem do arado. Regozijem-se em mim e conheçam a plenitude da juventude.

Sou a mãe abençoada, a graciosa senhora da colheita, vestida com frescos frutos da terra e ouro dos campos cobertos de grãos. Controlo as marés da terra através de mim os frutos amadurecem. Sou a mãe doadora de vida, maravilhosamente fértil.

Adorem-me como anciã, suave no ciclo sem fim da morte e do renascimento. Sou a roda, a sombra da lua. Controlo as marés de homens e mulheres e libero e renovo as almas cansadas. Meu domínio é a escuridão da morte, na alegria do renascimento.

Sou a deusa da lua, a terra e os mares de incontáveis nomes, incontável força. Emano magia e poder, paz e sabedoria. Sou a eterna Donzela, mãe de todos e Anciã das sombras e lhes envio bençãos de amor.

Fonte: Claudiney Prietro - Wicca a religião da deusa
Texto: Carga da deusa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou? Então deixe um comentário.